CNA apresenta perspectiva para a agropecuária do Centro-Oeste

As estimativas para o setor agropecuário na região Centro-Oeste em relação ao fornecimento de alimentos baratos, de qualidade e produzidos de forma sustentável serão apresentadas pela presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), senadora Kátia Abreu, durante o lançamento a 4ª Bienal dos Negócios da Agricultura- Brasil Central, amanhã, quarta-feira, dia 6/7, às 15 horas, na sede da entidade, em Brasília. Organizado pelas Federações de Agricultura e Pecuária dos Estados de Goiás (FAEG), Distrito Federal (FAPE-DF), Mato Grosso (FAMATO) e Mato Grosso do Sul (FAMASUL), o evento abordará o tema “O futuro do agronegócio no Brasil Central”, nos dias 11 e 12 de agosto, em Goiânia (GO).

 

Segunda maior região produtora de alimentos do País, o Centro-Oeste tem potencial para produzir mais grãos e carnes com a adoção de tecnologias específicas, que não impliquem abertura de novas áreas. Neste cenário, só a produção de soja do Mato Grosso deve crescer 26,6%, nos próximos 10 anos. Regularizados pelas regras de um novo marco ambiental, os produtores brasileiros poderão investir e usar em suas propriedades novas tecnologias, elevando a produção nacional de grãos das atuais 160 milhões de toneladas para 280 milhões de toneladas, utilizando em torno dos atuais 27% do território nacional, percentual que hoje é ocupado com atividades agropecuárias. No entanto, para que o País alcance esse patamar de produção e mantenha sua condição de um dos principais fornecedores de alimentos no mundo, precisa contar com um Código Florestal atualizado, cujo texto está em discussão no Senado Federal.

 

Também estarão presentes ao lançamento os presidentes das Federações da Agricultura do Distrito Federal, Renato Simplício Lopes, de Goiás, José Mário Schreiner, de Mato Grosso, Rui Prado, e do Mato Grosso do Sul, Eduardo Riedel.

A cerimônia de lançamento da 4ª Bienal dos Negócios da Agricultura- Brasil Central será na sede da CNA, em Brasília, localizada no SGAN, Quadra 601, Bloco K, Edifício Antônio Ernesto de Salvo, Brasília-DF.

Fonte: Assessoria de Comunicação

 

Estado Kg/vivo
DF R$ 5,33


Fonte: CEPEA/ ESALQ
Válido de 15/06 a 21/06/2019

Valor acordado na bolsa de suínos realizada no dia 14/06/2019, às 14h, na sede CNA

Cotações anteriores (2019)

 

Panorama Semanal do Mercado Suíno

Veja Aqui

Informativo

8° FESTIVAL SABOR SUÍNO

Design: Conectando Pessoas - Criação de Sites e Marketing Digital