Dia de Campo impressiona parceiros e fortalece a suinocultura estadual

O que significa bem-estar animal? Que investimentos tecnológicos são aplicados nesse conceito? Como a suinocultura passou a obter melhores resultados a partir desse sistema? Essas foram algumas perguntas respondidas no Dia de Campo promovido pela DFSuin. O encontro, que aconteceu no último dia 13, foi realizado na fazenda Miunça e contou com a presença da diretoria da DFSuin & SINDISUÍNOS, executivos da ABCS (Associação Brasileira dos Criadores de Suínos) e importantes figuras do SEBRAE nacional e estadual.

O objetivo principal do e vento foi apresentar aos colaboradores do SEBRAE a realidade física do projeto que a entidade apoia e defende. Então, surgiu a ideia de promover uma açã o que mostrasse, de fato, o potencial produtivo da suinocultura.

 

A programação teve início com a palestra de Rubens Valentini, proprietário da granja e pioneiro no conceito, que deixou claro ter importado não só o conteúdo do bem-estar, com a legislação da União Europeia, como os equipamentos operacionais.

 

 

Em suma, as normas europeias preveem a sanidade física e emocional do animal e, segundo Rubens, esse novo conceito na criação de suínos se disseminou na Europa e Estados Unidos, mas o formato da criação tradicional já o intrigava antes mesmo de conhecer a ideia. “Nunca concordei com o confinamento animal, com a gestação em gaiolas ou como desconforto que o piso de concreto gerava”, disse o produtor.

De fato, o investimento tecnológico é alto, são cerca de R$ 420,00 por matriz, mas, segundo Rubens, o retorno é garantido. “Acredito que, como primeiro elo da cadeia, o produtor de genética que já trabalha no bem-estar animal terá um diferencial mercadológico importante”, contou. “Além disso, a reação da mão de obra especializada foi extremamente positiva”, continuou o empreendedor. O alto grau de tecnificação da granja pôde ser verificado por meio de um passeio pelas instalações nos locais de criação.

Ao final do evento o objetivo foi cumprido com comentários de total aprovação: “O projeto de suinocultura é o mais antigo dentro do SEBRAE, além disso, é o que apresenta melhores resultados. Prova disso é o que vemos aqui, algo surpreendente que nos motiva a continuar oferecendo nossos produtos e serviços.”, disse Roberto Faria, gerente da Unidade de Agronegócios da empresa. “Uma ação como essa é muito importante, pois agora temos visão do que podemos fazer e posso adiantar que várias ideias novas surgiram.”, encerrou Patrícia Ferreira, analista do projeto de suinocultura do SEBRAE.

 

José Maurício de Oliveira

 

Estado Kg/vivo
DF R$ 4,91

MANUTENÇÃO

Fonte: CEPEA/ ESALQ
Válido de 05 a 11/10/2019

Valor acordado na bolsa de suínos realizada no dia 04/10/2019, às 14h, na sede da DFSUIN

Cotações anteriores (2019)

 

PANORAMA

Panorama Semanal do Mercado Suíno

Setembro 2019 »

Agosto 2019 »

« Anteriores

Informativo

8° FESTIVAL SABOR SUÍNO

Design: Conectando Pessoas - Criação de Sites e Marketing Digital