Tendências e Perspectivas do Mercado de Suínos foi tema do IV módulo do PCT 2018

Com o objetivo de levar informações atuais sobre a cadeia da suinocultura e debater os novos desafios e estratégias da produção nacional, a Associação e Sindicato de Criadores de Suínos do Distrito Federal (DFSuin e Sindisuínos), em parceria com a Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) e apoio do Sebrae, promoveram no dia 24 de agosto, o quarto módulo do Programa Capacitação Total de Suinocultura (PCT), para debater o tema: Mercado de Suínos – Tendências e Perspectivas, apresentado pelo consultor e médico veterinário, Roniê Pinheiro, que mostrou aos presentes a atual situação do setor e o que esperar dele.

O encontro aconteceu na sede da FAPE/DF e contou com a participação da diretoria DFSuin/Sindisuínos,  produtores, gerentes e funcionários das granjas, especialistas do setor, professores e alunos da área de ciências agropecuárias.

Para o presidente da DFSuin, Ivo Jacó de Souza, a palestra veio no momento oportuno para a Associação e associados.  “Atualmente o suinocultor está levando certo prejuízo na produção, então há uma curiosidade por parte da categoria em saber qual a perspectiva do mercado de suínos com relação aos preços e às exportações de carne suína, especialmente para a Rússia”, comentou.

De acordo com o presidente, o suinocultor tem visto o aumento do preço de matéria-prima da ração, e em contrapartida a reação do preço do animal é pouca. “Acho que esse tema vem a calhar para o suinocultor sentir qual é a perspectiva de mercado daqui para o final do ano, pois o produtor precisa desta orientação para se organizar e saber a decisão que irá tomar; se ele segue em frente, se ele aumenta a produção ou se vai estagnar”.

O vice-presidente da DFSuin, Josemar Medeiros, considera esse tipo de explanação muito importante para atualizar o suinocultor com informações  sobre o mercado e provocar uma reflexão do seu negócio para as tomadas de decisões. “O suinocultor, muitas vezes, vive tão absorvido nas suas tarefas do dia a dia, focado nos problemas de produção, que acaba deixando de dedicar um tempo para a organização das informações de conjuntura e mercado. Então, esse tipo de palestra é muito interessante para a gente tomar uma posição na atividade, dentro desse contexto mais macro da economia e do ambiente de negócios, não só no cenário do mercado de suíno em si, mas principalmente no mercado de insumos (milho e soja)”, ressaltou.

“Para o sucesso da atividade, principalmente em momentos como o que estamos enfrentando, o produtor precisa focar em uma eficiência de produção e estar muito bem informado no que tange ao mercado. Os valores de comercialização do suíno e das commodities que impactam diretamente no custo de produção fogem do controle do produtor, ele não consegue interferir diretamente nestas duas variáveis, então é importante que ele se dedique mais na melhoria dos índices zootécnicos e na gestão da propriedade”, orientou o palestrante.

Fonte: Ascom DFSuin

Publicado em: 12/09/2018

 

Últimas Notícias

DFSuin e Sindisuínos apoiam Circuito da Suinocultura na AgroBrasília

Um dos destaques do Espaço da Agricultura Familiar na AgroBrasília deste ano é o Circuito da Suinocultura, um estande temático com técnicos e extensionistas da Emater apresentando alternativas agroecológicas de sistema de produção e manejo de dejetos para melhorar a qualidade da produção e a produtividade da suinocultura familiar do DF.

Pelo segundo ano consecutivo, a iniciativa contou com o apoio da DFSuin/Sindisuínos que incentiva o crescimento da suinocultura local com respeito às Boas Práticas Agropecuárias. “Apoiamos iniciativas que orientam os pequenos criadores de suínos à produzirem com respeito ao meio ambiente e ao Bem-Estar Animal, para que eles possam manter-se na atividade de forma adequada, gerando renda e ocupação no campo”, destacou o gestor da DFSuin, Douglas Rocha.

A Emater-DF ocupa uma área de 48 mil metros quadrados na Feira. Nesta edição, a empresa preparou 11 circuitos tecnológicos nas áreas de agroecologia, piscicultura, gestão ambiental, bovinocultura, olericultura, suinocultura, saneamento, fruticultura, equideocultura e avicultura. Além do galpão das organizações sociais, com produtos da agroindústria, artesanato e representantes de associações e cooperativas de produtores.

Leia mais...

Estado Kg/vivo
DF R$ 4,53


Fonte: CEPEA/ ESALQ
Válido de 18/05 a 24/05/2019

Valor acordado na bolsa de suínos realizada no dia 17/05/2019, às 14h, na AgroBrasília

Cotações anteriores (2019)

 

Panorama Semanal do Mercado Suíno

Veja Aqui

Informativo

8° FESTIVAL SABOR SUÍNO

Design: Conectando Pessoas - Criação de Sites e Marketing Digital