DFSuin promove 1º Seminário Distrital de Suinocultura

Cinco painéis abordaram assuntos relevantes da área técnica, vinculados ao mercado e às tecnologias que envolvem a suinocultura como um todo.

Com o objetivo de promover um seminário técnico para tratar de assuntos inerentes à suinocultura e debater inovações e oportunidades do mercado de suínos, a Associação e o Sindicato de Criadores de Suínos do Distrito Federal (DFSuin e Sindisuínos), realizaram na última quinta-feira (22/11), o 1ª Seminário Distrital de Suinocultura. O evento aconteceu no CTG, Jayme Caetano Braun, em Brasília e recebeu cerca de 150 participantes.

Durante o encontro, produtores rurais, parceiros, especialistas, estudantes, gerentes e colaboradores das granjas puderam assistir a apresentação de cinco painéis que abordaram assuntos relevantes da área técnica, vinculados à comercialização, mercado de insumos e às tecnologias que envolvem a suinocultura como um todo.

Na abertura, o presidente da DFSuin, Ivo Jacó de Souza, ressaltou que a suinocultura no DF é uma atividade em expansão e citou dados do último Censo Agropecuário, realizado em 2017. “O rebanho suíno do Distrito Federal cresceu mais de 40% nos últimos 11 anos, segundo o IBGE. Isso mostra que somos um segmento em expansão no DF e Entorno, e vale lembrar que os profissionais das granjas, aqui presentes, são agentes fundamentais nesse processo de desenvolvimento e que a Associação realiza suas ações, principalmente em prol do crescimento e sustentabilidade da cadeia produtiva na região”.

A primeira palestra, Estratégias para melhorar o desempenho dos leitões na maternidade”, foi ministrada pelo médico veterinário e consultor técnico da Bayer, Luis Gustavo Schütz. “Conversar sobre esse tema é importante porque as granjas estão cada vez maiores, e às vezes detalhes no manejo e na aplicação de produtos de limpeza e desinfecção de maternidade fazem diferença no ganho de peso dos animais”. Na ocasião, foi divulgado o aplicativo BCS SowDition, “nele é possível  avaliar o escore corporal do rebanho suíno de uma maneira mais uniforme, e apenas com o uso do smartphone o produtor faz  a avaliação e gerenciamento dos lotes de gestação e maternidade”, explicou o veterinário.

Outro tema abordado foi, “A importância do uso de fibras funcionais na dieta de matrizes suínas em gestação”, pelo méd. veterinário e supervisor técnico da Nuscience, Miguel de Souza Neto. De acordo com o diretor geral da empresa, Ricardo Suzaki, as fibras funcionais é um termo que tem sido bastante falado nos últimos tempos e a introdução desse produto na nutrição de suínos é relativamente recente. “Dentro desse contexto, conseguimos desenvolver um produto bastante interessante, que atende as necessidades do mercado, é o Citroflake B, uma fonte de fibras derivada do processamento da laranja, que mescla fibras solúveis e fermentáveis. O produto vem sendo trabalhando em outras regiões com sucesso, e agora estamos trazendo essa novidade para o DF, inclusive, três produtores locais fecharam negócio durante o evento”, contou.

A nutricionista Thaliane Dias, falou sobre a “Saudabilidade da Carne Suína”, com foco na comercialização. “Trazer esse tema serviu para empoderar o colaborador da granja e do frigorífico, com diferentes argumentos a respeito do produto que ele está produzindo. Afinal, esse profissional está inserido numa cadeia que é muito maior, que produz alimentos, que alimenta e nutre pessoas. Então, espero que o assunto tenha servido também de motivação para esse público valorizar o trabalho deles”, disse.

Para finalizar o ciclo de palestras, a Associação Brasileira de Criadores de Suínos (ABCS) trouxe dois temas para o simpósio, a palestra técnica, “Aspectos práticos para a redução do uso de antimicrobianos nas granjas”, com a méd. veterinária e consultora da Integrall, Djane Dallanora, e a palestra motivacional, “A arte de fazer acontecer”, com o psicólogo e coach, Jairo Martiniano.

O diretor técnico da empresa Vetmarket, Carmos Triacca, comentou sobre o empenho de trazer empresas parceiras para a organização do evento. “A Vetmarket é uma empresa nova, nasceu este ano, então nossa missão aqui é ajudar a suinocultura do Distrito Federal. Eu, como ex-suinocultor, me sinto na obrigação de poder colaborar, trazendo nossos parceiros comerciais para esse momento de interação, que é muito importante para o setor”, declarou.

Para a gestora executiva da DFSuin, Daniela Albuquerque, o encontro foi uma oportunidade de troca de informações, experiências e atualização de conhecimento sobre as novas técnicas de produção, que visam menor custo e maior produtividade, além de oferecer espaço para negociação entre produtores e fornecedores. “Esse evento é fruto do esforço da Associação em conjunto com a ABCS, Sebrae-DF, Sistema FAPE/SENAR-DF e de empresas  que trazem a experiência de eventos anteriores e boa repercussão no meio suinícola”, destacou.

O evento também foi marcado por homenagens e reconhecimento, como a homenagem da ABCS para a analista do Sebrae-DF, Patrícia Batista, que se dedica há mais de 10 anos aos projetos em prol à suinocultura e ao aumento do consumo da carne suína. E no encerramento teve a entrega das medalhas - “Top da Suinocultura”, uma homenagem dos produtores aos funcionários das granjas que mais se destacaram em 2018.

Ao final do Seminário, teve a confraternização institucional para comemorar o sucesso do evento e o ano de trabalho, onde foi oferecido aos convidados, um tradicional churrasco gaúcho com porco no rolete e costelão suíno.

 

Fonte: Ascom DFSuin

Publicado em: 26/11/2018

 

Estado Kg/vivo
DF R$ 3,96


Fonte: CEPEA/ ESALQ
Válido de 08/12 a 14/12/2018

Valor acordado na bolsa de suínos realizada no dia 07/12/2018, às 14h, na sede da DFSUIN

Cotações anteriores (2018)

 

Panorama Semanal do Mercado Suíno

Veja Aqui

Informativo

8° FESTIVAL SABOR SUÍNO

Design: Conectando Pessoas - Criação de Sites e Marketing Digital